Alimentação a base de vegetais está associada a melhora das doenças renais crônicas

Dietas ricas em fibras e pobres em gordura saturada contêm fontes de potássio, fósforo, magnésio, cálcio; e têm baixos níveis de sódio, sendo ideal na prevenção de doenças cardíacas e hipertensão.

Porém, indivíduos cujos rins não estão funcionando adequadamente podem não ser capazes de manter uma dieta a base de vegetais, devido ao risco de hipercalemia (aumento do nível de potássio no sangue), sobrecarregando as funções renais.

Mas isso está prestes a mudar, segundo a publicação do Medscape, um dos maiores portais de educação médica do mundo, novas pesquisas apoiam uma abordagem individualizada às restrições de potássio, indicando que alguns pacientes podem tolerar essa substância em sua dieta, apesar da DRC, especialmente quando a fonte do potássio é de origem vegetal.

Segundo a nutricionista da Clínica Humânitas, Natália Bonfante, não é necessário entrar em uma dieta totalmente vegetariana, mas excluir da rotina alimentos processados e aumentar a ingestão de frutas, legumes e verduras é essencial.

Portanto se você é um paciente em diálise, consulte seu médico nefrologista e sua nutricionista para adequar sua dieta de acordo com a sua individualidade! Essa abordagem nutricional necessita ser validada pelo seu médico Nefrologista e sua Nutricionista.

Nós da Clínica Humânitas e Instituto do Rim e Hipertensão de Campinas estamos capacitados a acessar a abordagem moderna e que além dos benefícios a longo prazo melhoram a qualidade de vida uma vez que a alimentação é também fonte de prazer e satisfação.

alimentacao

Fontes:

Natália Bonfante –  Nutricionista  graduada pela Unicamp com residência pela USP em pacientes de alta complexidade.

Artigo: “Diets for Patients With CKD: What’s New, What’s Best? – Medscape – Mar 27, 2019.”

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmail

Deixe um comentário